HISTÓRIA
 
 
  
   
 
MISSÃO, VISÃO
E VALORES
 
 
  
   
 
DIRETORIA
 
 
  
   
 
CERTIFICAÇÕES
E ACREDITAÇÕES
 
 
  
   
 
ESTRUTURA HSVP
 
 
  
   
 
CORPO CLÍNICO
 
 
  
   
 
PASTORAL DA SAÚDE
 
 
  
   
 
FIQUE POR DENTRO
 
 
  
   
 
HSVP NA MÍDIA
 
 
  
   
 
AÇÃO SOCIAL
 
 
  
   
 
CONVÊNIOS
 
 
  
   
 
PORTAL DO PACIENTE
 
 
  


Notícias

Cuide-se bem – Fique atento às novas recomendações da OMS em relação às máscaras de tecido

A máscara de proteção é acessório imprescindível na retomada das atividades que lentamente está em vigor em todo o mundo, depois de um período de quarentena mais rígida. Apesar dos movimentos de flexibilização, a infectologista do HSVP, Isabella Albuquerque, alerta: "continuem em casa, se puderem! A Covid-19 ainda não está controlada. Só saia se for realmente necessário e use máscara, higienize as mãos e mantenha o distanciamento de outras pessoas".
A Organização Mundial da Saúde (OMS) aconselha os governos a incentivarem a população a usar máscaras de tecido, especialmente em locais onde o distanciamento físico de pelos menos um metro não seja possível, como transporte público, lojas e ou outros ambientes fechados e lotados. Para que a proteção seja mais efetiva, a OMS também orienta quais tecidos devem ser usados na confecção das máscaras. Elas devem ter, pelo menos, três camadas de tecido:

  • a exterior deve ser feita de material resistente à água, como polipropileno, poliéster ou uma mistura dos dois, para melhorar a filtração e reter gotículas;
  • a camada do meio deve ser como um filtro e pode ser feita com um material sintético ou uma camada extra de algodão, para limitar a contaminação externa e
  • a camada interior deve ser feita de um material capaz de absorver água, como por exemplo, o algodão ou um tecido misto de algodão.



Como usar?

"Tão importante quanto escolher a máscara adequada ou aprender a confeccionar a sua é saber como usá-la corretamente e, claro, prepará-la para poder usá-la novamente", explica a infectologista. Ela ensina que devemos sempre higienizar as mãos antes de colocar a máscara, que deve ser ajustada para cobrir o nariz e a boca. "Certifique-se de que sua máscara esteja perfeita. Não use-a se estiver danificada. Depois de colocar, evite tocá-la e, quando for tirar, higienize antes as mãos e retire por trás, segurando pelo elástico. Se for possível, leve-a imediatamente para lavar. Se estiver na rua, guarde-a em um saco plástico até a hora de higienizá-la, para evitar uma possível contaminação", ensina Isabella. Ela lembra ainda que a máscara deve ser preferencialmente trocada a cada duas horas ou sempre que estiver suja ou molhada.
A máscara de tecido pode ser reutilizada, se for higienizada de forma adequada. "Minha dica é que sejam lavadas com água e sabão ou detergente. Um toque extra é secá-la sob o sol ou mesmo passá-la em ferro quente", orienta a médica.

«voltar