HISTÓRIA
 
 
  
   
 
MISSÃO, VISÃO
E VALORES
 
 
  
   
 
DIRETORIA
 
 
  
   
 
CERTIFICAÇÕES
E ACREDITAÇÕES
 
 
  
   
 
ESTRUTURA HSVP
 
 
  
   
 
CORPO CLÍNICO
 
 
  
   
 
PASTORAL DA SAÚDE
 
 
  
   
 
FIQUE POR DENTRO
 
 
  
   
 
HSVP NA MÍDIA
 
 
  
   
 
AÇÃO SOCIAL
 
 
  
   
 
CONVÊNIOS
 
 
  
   
 
PORTAL DO PACIENTE
 
 
  


Notícias


Dia Mundial do Coração: Saiba tudo sobre o infarto

Celebrada no dia 29 de setembro, a data marca um momento para conscientizar e disseminar os meios de combater as doenças cardíacas, que são a maior causa de mortes prematuras, vitimando mais de 17 milhões de pessoas no mundo. No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, as doenças cardiovasculares são responsáveis por quase 30% do total de mortes.

dia_do_coracao_img.pngEntre os principais fatores de risco para o infarto e outras doenças relacionadas ao coração estão tabagismo, obesidade, hipertensão, diabetes, colesterol alto e a vida sedentária. De acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia, mudanças no estilo de vida são fundamentais para reduzir o risco de doenças cardíacas: praticar atividades físicas, evitar a obesidade, reduzir o consumo de álcool, abandonar o tabagismo, diminuir o estresse, destinar mais tempo para o lazer, a família e os amigos, além de melhorar a alimentação. Reduzir o sal, eliminar frituras, consumir mais frutas, verduras e legumes são mudanças para tornar a alimentação mais saudável.

Muitas pessoas imaginam que um infarto tem início súbito e intenso. No entanto, muitos infartos começam vagarosamente, como uma dor discreta ou apenas desconforto. Os sintomas podem vir e desaparecer. Mesmo pessoas que já tiveram um infarto podem não reconhecer os novos sintomas, pois podem ser bem diferentes do infarto anterior. Durante o infarto, um coágulo bloqueia a passagem de sangue para o coração. O músculo cardíaco começa a “morrer”. Quanto mais tempo demorar para iniciar o tratamento, maior o dano para o coração.


Aprenda a identificar os sinais de um infarto

  • Forte dor ou aperto no peito, principalmente associada a algum esforço físico;
  • Fadiga, tontura, falta de ar ou palpitações;
  • Cansaço excessivo ao realizar alguma atividade;
  • Dor no braço esquerdo ou na mandíbula (maxilar inferior);
  • Suor frio, náuseas e vômitos;
  • Desconforto ou rigidez no pescoço ou no braço.


O que fazer diante dos sintomas de infarto?

  • Procure imediatamente uma emergência ou, se não estiver em condições, chame uma ambulância. O diagnóstico e tratamento precisam ser imediatos, cada minuto é importante;
  • Chegando ao hospital, não deixe de mencionar os sintomas como dor no peito ou falta de ar;
  • Exija um exame de eletrocardiograma nos primeiros 10 min de chegada ao hospital;
  • Siga as orientações do médico e inicie o tratamento prescrito o mais rápido possível.

 

Como evitar doenças cardíacas

  • Mantenha uma alimentação balanceada, com frutas, legumes e verduras;
  • Evite frituras, gorduras e açúcar;
  • Faça uma atividade física regular;
  • Mantenha uma boa qualidade do sono;
  • Evite o sedentarismo e o excesso de peso;
  • Não fume;
  • Vá regularmente ao médico e realize os exames preventivos de rotina;
  • Tente diminuir a carga de estresse.

 

 

«voltar