HISTÓRIA
 
 
  
   
 
MISSÃO, VISÃO
E VALORES
 
 
  
   
 
DIRETORIA
 
 
  
   
 
CERTIFICAÇÕES
E ACREDITAÇÕES
 
 
  
   
 
ESTRUTURA HSVP
 
 
  
   
 
CORPO CLÍNICO
 
 
  
   
 
PASTORAL DA SAÚDE
 
 
  
   
 
FIQUE POR DENTRO
 
 
  
   
 
HSVP NA MÍDIA
 
 
  
   
 
AÇÃO SOCIAL
 
 
  
   
 
CONVÊNIOS
 
 
  
   
 
PORTAL DO PACIENTE
 
 
  


Notícias

8 de agosto - Dia Nacional de Combate ao Colesterol

Endocrinologista do HSVP dá dicas para evitar colesterol alto

Por incrível que pareça, o colesterol é imprescindível para o funcionamento do nosso organismo. Entre suas funções, estão a de formar a membrana que recobre as células e garantir, assim, a entrada e a saída de substâncias; produzir hormônios sexuais, produzir vitamina D e fabricar a bile, líquido importante para o processo digestivo. O colesterol também regula a flora intestinal e age como um antioxidante, nos protegendo contra as lesões por radicais livres, que levam à doenças cardíacas e ao câncer.

O problema existe quando as frações do colesterol estão em níveis inadequados. Pesquisa recente da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) revelou que o brasileiro não se preocupa com suas taxas de colesterol e 67% das pessoas desconhecem os seus valores atuais. O sedentarismo, a obesidade e uma alimentação rica em gorduras trans pioram o chamado colesterol ruim (LDL). “Como o aumento do colesterol ruim não dá sintomas, ele só pode ser detectado pelos exames laboratoriais”, alerta Renata Sacramento, endocrinologista do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP).

O colesterol alto pode causar dificuldade de circulação, infarto ou um acidente vascular cerebral (AVC). “Como o colesterol ruim pode ser depositado na parede das artérias, ele pode levar a formação de placas, que é um processo conhecido como aterosclerose. Isto vai favorecer o aparecimento de doenças cardiovasculares graves, como acidente vascular cerebral, infarto cardíaco e insuficiência cardíaca, além de predispor o desenvolvimento de doenças crônicas, como a hipertensão arterial sistêmica e o diabetes”, completa a endocrinologista.

Entenda os tipos de colesterol

A endocrinologista do HVSP ajuda a esclarecer as diferenças entre os tipos de colesterol presentes no nosso corpo. “O HDL é o ‘bom colesterol’; é responsável por retirar o excesso de gordura das células, levando-a ao fígado para ser quebrada, diminuindo assim a quantidade de gordura depositada na parede dos vasos. Já o LDL, ‘colesterol ruim’, é responsável por levar a gordura para as células. Assim, o excesso deste tipo de colesterol pode ser depositado na parede dos vasos e causar aterosclerose (acúmulo de gorduras, colesterol e outras substâncias nas paredes das artérias e dentro delas) ”, explica. 

Conheça os grupos de risco

Os grupos de maior risco são pessoas que têm uma alimentação rica em gorduras, que não praticam atividade física, os obesos, fumantes e hipertensos. “Além disso, o perigo é maior para indivíduos diabéticos, com doenças renais crônicas e hepatopatas (com doenças hepáticas) ”, esclarece a endocrinologista Renata Sacramento.

Tratamento do colesterol alto

Além da variedade de medicamentos disponíveis para o tratamento do aumento do colesterol ruim, existe um grande tripé para evitar o problema: a prática de atividade física, aliada a uma alimentação balanceada e saudável e ao abandono do tabagismo. 



«voltar