HISTÓRIA
 
 
  
   
 
MISSÃO, VISÃO
E VALORES
 
 
  
   
 
DIRETORIA
 
 
  
   
 
CERTIFICAÇÕES
E ACREDITAÇÕES
 
 
  
   
 
ESTRUTURA HSVP
 
 
  
   
 
CORPO CLÍNICO
 
 
  
   
 
PASTORAL DA SAÚDE
 
 
  
   
 
FIQUE POR DENTRO
 
 
  
   
 
HSVP NA MÍDIA
 
 
  
   
 
AÇÃO SOCIAL
 
 
  
   
 
CONVÊNIOS
 
 
  
   
 
PORTAL DO PACIENTE
 
 
  


Notícias

Check-up ajuda a prevenir doenças

A avaliação médica de rotina é uma das medidas imprescindíveis para quem quer se cuidar bem. Que tal começar o ano novo com a saúde em dia? O check-up anual é a melhor forma de detectar doenças precocemente e se prevenir. “Eu gosto de pensar no check-up anual como uma pausa para a pessoa pensar na saúde de uma maneira geral. Os exames que serão realizados vão depender muito da idade e do sexo da pessoa. Não sigo uma lista padronizada. O check-up deve começar com exame clínico, por um médico clínico que vai avaliar o que merece mais atenção na idade da pessoa”, afirma o clínico e chefe do CTI do HSVP, Guilherme Aguiar. Para ele, “os exames devem ser definidos de forma individualizada, com base na história, hábitos e saúde de cada um. A realização do check-up anual é fundamental, mas isso tem que ser feito de forma personalizada”, frisa Aguiar.

A realização de exames periódicos é fundamental para que o médico possa ajudar o paciente a adotar bons hábitos, estabelecendo uma dieta equilibrada, orientando-o a deixar o tabagismo, se for o caso, e a criar uma rotina de atividades físicas, melhorando a sua qualidade de vida. “Durante essa avaliação, fazemos um balanço da vida da pessoa: será que ela está se exercitando? Levando uma vida regrada? E como está a alimentação?”, pontua o médico. Ele ressalta ainda que o check-up médico permite diagnosticar doenças silenciosas, ainda sem manifestação, como alterações no colesterol, na glicemia e na pressão arterial. “Iniciar o tratamento de tais doenças em uma fase inicial representa um importante ganho na qualidade de vida do paciente”, explica o médico.

O clínico ressalta que alguns exames são fundamentais, como a aferição da pressão e exames de sangue, urina e o de fezes, importante na pesquisa de sangue oculto e prevenção do câncer de cólon, por exemplo. “Há exames importantes, como a medição de glicose, principalmente levando em consideração o histórico de diabetes do paciente e da família dele. E temos também os exames específicos, no caso das mulheres, a mamografia e o Papanicolau, para detecção precoce do câncer de colo de útero. No caso dos homens, depois dos 40 anos, é preciso investigar o câncer de próstata. Então, é preciso avaliar o PSA e fazer o toque retal”, indica.


«voltar