HISTÓRIA
 
 
  
   
 
MISSÃO, VISÃO
E VALORES
 
 
  
   
 
DIRETORIA
 
 
  
   
 
CERTIFICAÇÕES
E ACREDITAÇÕES
 
 
  
   
 
ESTRUTURA HSVP
 
 
  
   
 
CORPO CLÍNICO
 
 
  
   
 
PASTORAL DA SAÚDE
 
 
  
   
 
FIQUE POR DENTRO
 
 
  
   
 
HSVP NA MÍDIA
 
 
  
   
 
AÇÃO SOCIAL
 
 
  
   
 
CONVÊNIOS
 
 
  
   
 
PORTAL DO PACIENTE
 
 
  


Notícias

Encurtando distâncias, acalentando corações


Acusada de provocar o distanciamento, tecnologia vem aproximando as pessoas durante a pandemia do novo coronavírus

Dor de cabeça, dor nas costas, fraqueza, dificuldade para respirar. Para as pessoas que precisam de internação devido à infecção pelo novo coronavírus, além dos sintomas mais comuns da doença, há outro, igualmente difícil de superar: a solidão. “A primeira semana foi terrível, a coisa mais deprimente pela qual já passei, devido à minha personalidade. Sou muito próximo à minha família e foi muito difícil ficar sozinho por longos períodos”, conta o aposentado Cícero Duque de Mendonça, 81 anos, recuperado da Covid-19, depois de 15 dias internado no Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), dez deles no CTI.

Para amenizar a solidão de pacientes como Cícero e seus familiares, impedidos de visitá-los, o HSVP criou um projeto de visitas virtuais. O contato é feito por meio de um tablet. “Acreditamos no cuidado que inclui os aspectos físicos, emocionais, sociais e espirituais de cada paciente. Neste momento, minimizar os impactos do isolamento faz parte deste trabalho”, explica a psicóloga Franciely Bottaro, uma das responsáveis pela ação junto com a médica intensivista Bianca Teixeira.

Graças a essa iniciativa, Cícero pôde ver os netos durante o período de internação no CTI. “Só tenho agradecimentos e elogios a essa ideia porque foi maravilhoso ter aquele momento para ver e falar com a minha família, estando internado e me sentindo tão só”, relata. Vania Mendonça, esposa de Cícero, reforça o coro dos elogios: “a gente se falava e chorava de emoção. As visitas virtuais dão muito conforto a quem está afastado porque a gente tem a oportunidade de ver como a pessoa está.”

Este projeto foi destaque no Bom Dia Rio e no RJTV1. Confira a matéria:

«voltar